Campanhas no Google ADS não vendem. Veja 4 motivos

Campanhas no Google ADS não vendem. Veja 4 motivos

As campanhas de anúncio fazem parte do planejamento estratégico de todo tipo de negócio, do maior ao menor, e em qualquer segmento.

campanhas

A maior promessa dessas ações é alcançar resultados rapidamente, mas a verdade é que muitos gestores e empreendedores sentem dificuldades para alcançar esse objetivo, então começam a achar que a plataforma não funciona ou que tem algo errado.

A plataforma funciona sim, portanto, quando as campanhas não são capazes de vender, é porque existe alguma coisa errada com elas.

Hoje em dia, as marcas podem divulgar seus produtos e serviços na internet de duas formas diferentes. Uma delas é por meio das estratégias orgânicas, que embora sejam necessárias, demoram para trazer resultados.

A outra forma são os anúncios pagos, ou seja, campanhas criadas pelos anunciantes para divulgar suas soluções e canais como Google, YouTube e nas redes sociais. Trata-se de um investimento pago, mas que traz resultados rapidamente.

Só que esses resultados só vão aparecer se o anunciante realmente souber como esses canais funcionam e como criar anúncios eficientes.

Para ajudar a alcançar esse objetivo, este artigo vai mostrar como identificar problemas nas campanhas, como analisar métricas e dados e como otimizar os anúncios para aumentar as conversões.

Como identificar problemas na campanha

Não basta criar um anúncio, colocá-lo na internet e achar que as coisas vão acontecer. O papel do anunciante é ficar de olho nas campanhas para saber se elas estão funcionando e o que precisa ser melhorado.

Para isso, é necessário identificar possíveis problemas nas configurações dessas campanhas, e uma das formas de fazer isso é por meio do relatório.

Supondo que o anúncio seja sobre polimento de piso granilite, a empresa vai usar o relatório de campanha para ter uma visão geral sobre o desempenho da ação, por meio de informações como:

  • Investimento;
  • Rendimento;
  • Cliques recebidos;
  • Custo por clique médio.

Também é possível saber quantos cliques geraram uma única conversão e a quantidade de acessos que a empresa está perdendo, porque não oferece um valor competitivo no leilão de anúncios.

Esses dados são proveitosos ao entendimento do caminhar dos anúncios e, também, para fazer com que todos os consertos sejam feitos.

Outra maneira de identificar problemas de configuração é por meio do relatório de palavras-chave. Quando a marca cria uma campanha no Google Ads, precisa definir para quais termos o anúncio vai aparecer.

O relatório de palavra-chave serve para identificar o desempenho de cada termo escolhido, podendo encontrar informações importantes e compreender de que maneira acontece a aquisição do usuário.

Com esse relatório, um espaço de coworking para terapeutas vai identificar quais são os termos que precisam de alto investimento e geram poucas conversões e quais são as palavras mais relevantes para o negócio e que não geram cliques.

Outra possibilidade é descobrir as palavras-chave que geram mais conversões e aquelas que apresentam um bom índice de qualidade, mostrando relevância para o Google ou que estão mal posicionadas no ranking.

Por fim, é possível acompanhar um relatório de termos de pesquisa porque ele garante que os anúncios sejam mostrados para as pessoas certas e que o investimento está sendo usado de maneira estratégica.

Mas para aproveitar o potencial desse relatório, é muito importante entender que termo de pesquisa não é a mesma coisa que palavra-chave.

Isso porque o termo é um conjunto de palavras que o usuário vai digitar no Google para fazer uma busca, por outro lado, a palavra-chave é escolhida pela empresa para criar seus anúncios.

No relatório de termos de pesquisa, é possível saber quais estão acionando os anúncios, algo que ajuda a identificar aqueles que têm mais potencial e usá-los como palavras-chave.

Como analisar métricas da campanha

Toda e qualquer estratégia de divulgação, como banner para comércio, precisa ser acompanhada para alcançar os objetivos esperados, e é exatamente por isso que o negócio precisa analisar métricas e dados para identificar problemas na campanha.

A primeira coisa a ser feita é resgatar o objetivo da campanha, lembrando do que a empresa pretendia quando fez essa divulgação.

Às vezes o negócio pode ter a intenção de aumentar o tráfego e por conta disso deve estar atento a dados realmente relevantes para fazer a conversão.

Ao fazer uma análise de performance sobre uma campanha do Google e identificar eventuais problemas, tudo deve se basear no objetivo da estratégia.

Uma vez que o foco está bem definido, fica muito mais fácil avaliar e prever os investimentos necessários para os anúncios, bem como otimizar ou replicar as ações.

O segundo passo é analisar as métricas, pois são elas que vão mostrar se os resultados obtidos são realmente interessantes para a marca.

Uma transportadora de moto pode analisar a taxa de cliques, que nada mais é do que a quantidade de vezes em que o anúncio foi acessado pelos usuários. Só que além disso, também ajuda a avaliar o desempenho das palavras-chave escolhidas.

Sua função é identificar o número de interações que o anúncio obteve durante a visualização, e, para saber se isso foi satisfatório, deve-se dividir o número de cliques pelo número de visualizações.

Muitos gestores percebem que quando a taxa de cliques aumenta, o tráfego do site também melhora, mas o contrário também acontece. No entanto, uma redução nessa taxa também pode mostrar que as ações dos concorrentes estão melhores.

Também é muito importante avaliar o índice de qualidade porque ele ajuda a identificar vários problemas com a campanha, consequentemente, mostra se o anúncio vai alcançar os objetivos esperados.

O índice de qualidade de um anúncio sobre aula de canto particular vai oferecer uma nota de 1 a 10, dada pelo próprio Google, mostrando a performance obtida.

Quando esse índice está alto, significa que o anúncio é relevante, mas dá para perceber outras métricas por meio dele, como a taxa de cliques que costuma ser mais alta em campanhas com um bom índice de qualidade.

Outro elemento que ajuda a identificar eventuais problemas é a taxa de rejeição, pois quando o usuário clica no anúncio, é direcionado para uma página com conteúdo escolhido pela marca.

A taxa de rejeição vai mostrar se o visitante interage com as informações. Mas se após o direcionamento não houver nenhum tipo de interação, o Google entende que as informações não são boas o suficiente para os usuários.

Como otimizar as campanhas?

Otimizar as campanhas é muito importante para aumentar as conversões e as vendas, e existem várias estratégias que ajudam nesse sentido. São elas:

Usar URL legível

Por meio da URL o visitante consegue identificar o tipo de página que está acessando quando clicou no anúncio. Por exemplo, se ele clicar em um banner restaurante dentro de um site, a página de destino precisa ser compatível.

Ela precisa ter a palavra-chave usada na campanha, visto que isso ajuda o Google a destacar a relevância do anúncio, compreendendo a busca do usuário.

Também recomenda-se usar endereços mais curtos, uma vez que eles ajudam a ter uma visualização proporcional ao tamanho do anúncio.

Usar palavras-chave negativas

Escolher boas palavras-chave para os anúncios é muito importante, mas os termos negativos também são muito interessantes para aumentar a eficiência das campanhas.

Trata-se do bloqueio de palavras que não são interessantes para o negócio e isso ajuda a direcionar melhor a mensagem.

Trabalhar ações mobile

A personalização de vitrines é uma estratégia usada no site de vendas para oferecer produtos e serviços compatíveis com as preferências dos consumidores, mas só funciona se o design da plataforma for responsivo.

Quando se trata de anúncios na internet, também é muito importante trabalhar com estratégias mobile. A marca precisa saber de que maneira as pessoas realizam buscas pelo Google, usando os seus dispositivos móveis.

É uma forma de tornar o site institucional responsivo para que possa se adequar a qualquer tamanho de tela e oferecer uma boa experiência aos usuários.

Investir em CTA

CTA (chamada para ação) é um botão usado em um anúncio de colete de futebol masculino para incentivar a ação do usuário. No caso das campanhas Ads, o propósito é fazer as pessoas clicarem.

Para induzi-la, é necessário usar expressões no imperativo, uma vez que elas podem conseguir convencer os usuários a acessarem os anúncios.

Considerações finais

As campanhas pagas são muito rápidas e eficientes, mas podem se transformar em um desperdício de dinheiro se não trouxerem os resultados esperados pelo negócio.

É muito importante avaliar seu desempenho para ter certeza de que elas estão ajudando a organização a alcançar o que pretende, caso contrário, o anunciante deve melhorar suas campanhas, pois só assim fará mais conversões e vendas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.