Descubra como criar uma comunidade digital e engajar leitores

Descubra como criar uma comunidade digital e engajar leitores

Criar uma comunidade digital é fundamental para conectar as empresas a diferentes realidades e formar parcerias promissoras. Os empreendedores podem se reunir para trocar experiências e fomentar a inovação no mercado em que atuam.

Quando isso acontece, todos saem ganhando e, por meio da internet, é possível fazer isso para reunir pessoas do mundo todo que possuem o mesmo objetivo de evoluir o negócio e trazer soluções inovadoras.

O mercado está cada vez mais competitivo e, ao mesmo tempo, a tecnologia está evoluindo rapidamente. Nesse cenário, vemos uma sociedade cada vez mais afoita por soluções que atendam plenamente suas necessidades.

As empresas buscam inovar seus produtos e serviços para atender a essa demanda, mas, sem o compartilhamento de informações, fica muito difícil fazer isso. A comunidade digital veio justamente para facilitar essa troca.

Hoje em dia, empresários e empreendedores não precisam mais se reunir presencialmente, pois todos os encontros podem ser realizados por meio dos canais digitais.

Participar de eventos presenciais continua sendo interessante, mas formar uma comunidade digital traz mais agilidade e conforto.

Neste artigo, você vai conhecer o conceito de comunidade digital e ler algumas dicas para engajar os leitores.

Conceito de comunidade digital

A comunidade digital nada mais é do que um grupo de pessoas e empresas que possuem os mesmos interesses e se conectam pela internet para compartilhar ideias, experiências e conteúdos.

Dentro do universo empresarial, existem dois tipos diferentes de comunidades. Uma delas é a comunidade marketing, formada por parceiros e clientes que compartilham informações sobre produtos e serviços.

Ao fazer isso, o propósito de um fabricante de acessórios para carros da Ford é engajar audiência e manter um relacionamento bem próximo com seu público.

Também existe a comunidade empreendedora, formada por empresas de diferentes segmentos que querem compartilhar experiências, impulsionar o desenvolvimento de seus negócios e trazer inovação para o mercado.

Diante disso, a comunidade digital é uma estratégia importante para os negócios que querem estabelecer uma presença positiva na internet e se relacionar melhor com seus stakeholders, como:

  • Colaboradores;
  • Parceiros;
  • Fornecedores;
  • Clientes;
  • Investidores;
  • Concorrentes.

A comunidade digital no universo empreendedor está ganhando força e existem muitas razões para investir em sua criação.

A importância da comunidade digital

Criar uma comunidade na internet é uma maneira de reunir empreendedores de várias partes do mundo que buscam objetivos em comum.

A intensa transformação digital que acontece no mercado exige mudanças rápidas em vários processos, inclusive na cultura organizacional e na gestão empresarial.

Por meio dessas comunidades, é possível desenvolver um ambiente inovador que fomenta a troca de ideias e experiências entre empreendedores e gestores, desde que se sintam à vontade para compartilhar erros, acertos e desafios.

Para uma casa de repouso terceira idade, é uma forma de construir relações de confiança e formar grandes parcerias.

Embora a concorrência seja bem grande, muitos empreendedores já perceberam a importância de colaborar para que possam crescer, principalmente porque a diversidade é predominante e várias oportunidades de negócio aparecem.

Isso fez com que a parceria entre grandes empresas e startups crescesse cerca de vinte vezes em apenas cinco anos, de acordo com um estudo realizado pela 100 Open Startups.

O crescimento é resultado do interesse vindo de empresas tradicionais em ter acesso à inovação e desenvolver soluções, a partir do apoio de startups.

Dicas para criar uma comunidade digital

Agora que você já sabe o que é e qual é a importância da comunidade digital, veja algumas dicas para criá-la. São elas:

1. Definir um objetivo

A comunidade digital precisa ter um objetivo claro, como oferecer treinamentos, educação empreendedora e outras formas de mentoria. Também pode organizar eventos dentro e fora da internet, como webinars, fóruns, entre outros.

Outro objetivo é muito comum é simplesmente conectar empresas para viabilizar parcerias focadas em projetos de desenvolvimento e inovação.

Uma empresa em conserto de caixa d água também pode conectar empresas inovadoras e investidores, assim como incubadoras e aceleradoras.

Existe a possibilidade de criar fusões, aquisições e outros tipos de atividades empresariais, além de desenvolver negócios sustentáveis e boas práticas ambientais, sociais e de governança.

Dependendo do objetivo estabelecido, é necessário adotar um tipo específico de abordagem dentro da comunidade digital.

2. Conhecer o público

O segundo passo para criar a comunidade é conhecer o público-alvo, ou seja, as pessoas que você pretende impactar.

Dentro do âmbito empresarial, é fundamental selecionar companhias com perfis compatíveis com as propostas, tendo em vista que algumas comunidades são focadas em segmentos e ramos de atividade distintos.

Também existem as comunidades que reúnem empresas de áreas diferentes, mas que possuem objetivos em comum, como negócios de impacto social e práticas de desenvolvimento sustentável.

3. Escolher um canal

Um fabricante de piscina de vinil com prainha precisa decidir em qual canal a comunidade vai funcionar. Como se trata de uma comunidade de negócios, o ideal é usar um site institucional para divulgar as informações.

Entretanto, as atividades realizadas como conversas e eventos podem acontecer em plataformas diferentes. Entre as mais escolhidas pelas organizações estão as redes sociais, principalmente o Facebook, LinkedIn e Instagram.

O ideal é considerar o perfil do público, tendo em vista que outras opções também podem ser escaladas, como no caso dos fóruns.

Por fim, se preferir, é possível formar grupos em aplicativos de mensagem, como no caso do WhatsApp, ou formar grupos de e-mail.

4. Definir as regras

Assim como qualquer outra comunidade, as comunidades digitais precisam ter regras, pois elas garantem o direcionamento das conversas e criam um ambiente agradável para todos.

Defina um propósito para que o grupo respeite as normas de convivência e compartilhe conteúdos, garantindo um espaço saudável e favorável para todos.

5. Formar uma equipe de gestão

Para que sua comunidade seja organizada, uma marca de máquina de retificar válvula deve contar com profissionais que vão se responsabilizar pela gestão de rede.

Dentro de uma comunidade de marketing, são os Community Managers que cuidam desse trabalho, inclusive, podem ser contratados para cuidar de várias redes empreendedoras.

Independentemente de qual seja o seu caso, é indispensável contar com pessoas que possam mediar as interações e representar os objetivos, propostas e tom da comunidade.

Saiba como engajar os leitores

Uma das coisas mais importantes dentro de uma comunidade digital é produzir conteúdos para os participantes, mas, para que os materiais sejam proveitosos, é necessário engajar os leitores. Algumas dicas são:

1. Fazê-los concordar com você

Persuadir pessoas é algo fundamental nos conteúdos publicados na internet, e a melhor maneira de conquistar engajamento é fazer com que o leitor concorde com você.

Ao aplicar essa estratégia, uma auto escola habilitado vai utilizar o princípio da consistência, tendo em vista que as pessoas precisam ser consistentes dentro delas mesmas e, quando concordam com alguma coisa, vão segui-la e acreditar nela.

Para aplicar essa prática, faça uma pergunta ou uma declaração com a qual o leitor possivelmente vai concordar e que esteja relacionada com algo importante para ele.

2. Demonstrar compreensão

Os leitores são naturalmente céticos e ignoram boa parte dos conselhos e informações que recebem, mas, dentro da comunidade digital, é muito importante reverter essa situação para que todos estejam abertos às inovações e informações.

Prove para as pessoas que suas ideias importam, e uma autoescola especializada em CNH carro B pode fazer isso contando uma história, ou utilizar imagens que representam o modo como o leitor se sente diante de uma situação.

3. Demonstrar emoções

As emoções estão diretamente conectadas com a decisão de compra do consumidor, tendo em vista que o pensamento emocional é muito mais rápido do que o racional.

Trabalhe emoções positivas que sejam capazes de tranquilizar e trazer sensação de segurança. Uma forma de fazer isso é contar histórias ou mostrar imagens que estejam relacionadas com a situação que o leitor possa estar vivendo.

4. Fazer perguntas

Em um banner para apresentação de TCC, os alunos podem incluir uma pergunta, e a mesma coisa pode ser feita dentro da comunidade digital porque o ser humano tende a ser mais focado em fontes de perguntas.

Colocar perguntas ao longo do texto é importante em locais estratégicos, principalmente em parágrafos onde provavelmente a atenção do leitor já está menor.

Isso desperta a curiosidade da pessoa e faz com que ela prossiga a leitura até o final do conteúdo, e dentre as perguntas mais usadas estão: “vamos lá?” e “você está pronto?”.

Considerações finais

A comunidade digital dentro do ambiente organizacional é muito importante para a sociedade como um todo, pois é a partir dessa reunião, em busca de propósitos em comum, que as empresas conseguem desenvolver soluções inovadoras.

Elas são fundamentais para o mercado, mas, principalmente, para as pessoas que terão acesso a produtos e serviços de qualidade e totalmente capazes de atender suas necessidades e objetivos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.