Nomadismo digital: como os trabalhadores remotos estão organizando as finanças

Nomadismo digital: como os trabalhadores remotos estão organizando as finanças

O nomadismo digital é uma realidade que permite trabalhar de qualquer lugar do mundo e permite ganho em outras moedas, como dólar e euro. O nomadismo digital é consequência da virtualização, digitalização e adoção de tecnologias no cotidiano das empresas.

Como são profissionais autônomos, o planejamento financeiro é de extrema importância. Mas, além da economia e da reserva financeira, os investimentos são cruciais para manter esse estilo de vida, pois permitem que o nômade continue fazendo dinheiro e aumente seu patrimônio.

Como é uma profissão ligada à tecnologia, muitos nômades digitais estão começando a aderir ao Bitcoin e aceitá-lo como pagamento. Por isso, muitos têm acompanhado o preço do Bitcoin e apostado na moeda para fugir das flutuações de câmbio e fazer um planejamento financeiro a longo prazo.

Nômades digitais aderem a criptomoedas

Para lidar com as flutuações de câmbio e as interferências do governo, que podem impactar negativamente o ganho dos profissionais liberais prestadores de serviços para o exterior, muitos têm aderido às criptomoedas.

Há alguns anos, a ideia de aceitar transações com Bitcoin ou outra criptomoeda estava muito longe da nossa imaginação. Mas, atualmente, o Bitcoin já é aceito em vários lugares. E, à medida que o Bitcoin e outras moedas, como Ethereum e Litecoin, começam a se popularizar, um número maior de cidades ao redor do mundo passam a aceitar transações com criptomoedas.

Conforme mais cidades vão aceitando transações com criptomoedas, os hotspots de Bitcoin ao redor do mundo vão aumentando. Algumas dessas cidades são: Buenos Aires, Paris, Praga, Tel Aviv, Bangcoc, Nova York, Madri e outras.

Liberdade proporcionada pelas criptomoedas

Como o lema do nomadismo digital é a liberdade, nada mais alinhado com esse objetivo do que a independência proporcionada pelas criptomoedas. A tecnologia financeira desse tipo de ativo proporciona aos nômades digitais mais liberdade para se estabelecer em países com sistemas bancários mais burocráticos.

Embora o número de empresas que oferecem opção de pagamento com criptomoedas ainda seja pequeno, com esse movimento, mais corporações tendem a adotar esse sistema para negócios nacionais e internacioanais. Poderão, até mesmo, legalizar o uso do Bitcoin em todas as transações, como é o caso de El Salvador.

Benefícios do investimento em criptomoedas para nômades digitais

Pensando em longo prazo, o investimento em criptomoedas para nômades digitais é uma das melhores opções. Isso porque eles já terão gastos reduzidos nas transações internacionais e flutuações cambiais. Além disso, é possível citar outras vantagens.

Segurança nas operações

O blockchain, a tecnologia por trás das criptomoedas, garante a segurança por trás das transações. Ele é um sistema à prova de violações e só permite o registro das transações com o consentimento de toda a rede. Além disso, é totalmente descentralizado, 100% digital e criptografado.

Cada transação é verificada simultaneamente por vários computadores diferentes. Dessa forma, é praticamente impossível adulterar dados com interesses criminosos. E isso abre caminho para uma economia mais interconectada e digitalizada.

Aceitação universal

As criptomoedas são aceitas no mundo todo, não possuem barreiras geográficas nem tarifas de conversão, e a tendência é que mais países, lojas on-line e diversas outras empresas aceitem transações com Bitcoin e outras criptomoedas. Em alguns locais físicos ao redor do mundo, como caixas eletrônicos, é possível sacar o dinheiro, que é liberado na hora.

Valorização das criptomoedas

As criptomoedas vêm conquistando cada vez mais espaço no mercado ao redor do mundo. Trata-se de um mercado novo, que vem evoluindo rapidamente, e, assim, seu preço sobe. 

Para quem pensa em investimentos a médio e longo prazo, o Bitcoin é uma boa opção. Mas é preciso saber como gerenciar as ações da carteira, levando em conta o cenário macroeconômico, pois ele afeta os ciclos de alta e baixa das criptomoedas.

Dessa forma, para nômades digitais que desejam acumular dinheiro com investimentos a médio e longo prazo, e com taxas menores, a saída é optar por investimentos universais, como criptomoedas aceitas mundialmente.

,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.